terça-feira, 23 de abril de 2013

Prémio Douro Empreendedor: 18 seleccionados, 15 noticiados...



«COMO SE ESTRAGA UMA BOA IDEIA
Em boa hora a Rede Empreendedouro promoveu o prémio Empreendedor 2012. É uma aliciante para a inovação, um incentivo e motivação para os empresários e um bom modo de reconhecer o trabalho, dedicação e esforço de todos os que aqui labutam por um Trás-os-Montes e um Alto Douro melhores. Por isso o nosso aplauso e o nosso incondicional apoio. No dia 12 do corrente mês tivemos acesso a um mail que informava os dezoito, seis em cada categoria, dos mais de sessenta concorrentes ao prémio “Empreendedor 2012”. Segundo o mail, as empresas estavam nas três tabelas discriminados por ordem alfabética. As empresas que passaram à fase seguinte foram céleres, com natural razão, em divulgar junto dos seus colaboradores e clientes o honroso acontecimento. No dia quinze recebemos e publicamos uma lista com quinze empresas, cinco de cada categoria donde não constavam a Douro Natur Eqqus Resort, a Geodouro – Consultoria e Topografia,Lda e a Traga Mundos – Livros e Vinhos, Coisas e Loisas do Douro Património Mundial. Da dúvida que nos assaltou pedimos explicações para a organização para melhor podermos informar os nossos leitores. Infelizmente, e até agora, a nossa dúvida não foi esclarecida. Soubemos, contudo, que as empresas que passaram à segunda fase do concurso são na realidade as dezoito mas que, para a imprensa, só tinham sido enviadas as primeiras quinze. Ficámos todos, e o juri da selecção final, a saber que, as empresas eliminadas do comunicado para a imprensa, tinham sido as sextas classificadas. Não valeu a pena fazerem a listagem por ordem alfabética. Pelo menos para as empresas maltratadas. Resta-lhes uma certeza e uma consolação: não foram as primeiras nem as últimas. Foram as sextas, honrosamente classificadas, no meio de tantas outras concorrentes. Pena é que as referidas empresas que contavam com uma promoção idêntica à das restantes que passaram à segunda fase, se vissem, de repente, negativamente discriminadas. Para bem da credibilidade do prémio, dos promotores e da região era bom que houvesse mais algum cuidado. E já agora: um pouco mais de consideração pelos órgãos de comunicação social.»
por Mário Mendes, Tribuna do Douro, 22 Abril 2013

Sem comentários:

Publicar um comentário