quarta-feira, 24 de maio de 2017

traga_mundos: a votos


A livraria Traga-Mundos está a votos a nível nacional em Portugal.

- em 2014 a livraria Traga-Mundos ficou classificada em 6.º lugar, em 2015 em 4.º lugar, em 2016 em 5.º lugar – sempre a melhor classificada no Norte de Portugal;

Para votar:

- entre no questionário;

- escolha o distrito de Vila Real;

- escolha a opção “Traga-Mundos em Vila Real”.



OBRIGADO!

[partilhe também com os seus amigos]

terça-feira, 23 de maio de 2017

...livreiros locais como agentes da cultura local e regional


Olá!
Hoje há uma grande tendência para silenciar as edições de livros de escritores regionais e o cenário não é mais negro porque as livrarias regionais vão promovendo os que escrevemos e promovemos a nossa cultura local e regional.
Para agravar esta situação muitos dos municípios deixam-se seduzir pelas «Feiras do Livro de Pacote». Eu explico o que tenho visto com os meus olhos em algumas Feiras do Livro dos nossos Municípios: vem um espertalhaço e traz as novidades das grandes editoras nacionais e muito do «lixo nacional livreiro» que já não se consegue vender, sendo algums escoado nos municípios com a sua ajuda.
Livros de autores locais ou da região nem vê-los e alguns Municípios lá põem em lugar envergonhado dois ou três livros de autores regionais.
A nossa cultura local e regional vai sendo silenciada e esquecida mesmo nas nossas terras o que é incompreensível. As pessoas vão comprando o que os meios de comunicação anunciam e a par de alguns bons livros nacionais vem imenso lixo, que passado pouco tempo é vendido ao quilo como produto a reciclar.

Os nossos Municípios deviam olhar para os nossos livreiros locais como agentes da cultura local e regional e que muito a custo vão sobrevivendo. Deviam promovê-los nos actos públicos, chamando-os a estar presentes, e não esquecê-los ou ignorá-los.
Os próprios Ministérios da Educação e da Cultura fazem o jogo dos grandes interesses editoriais e livreiros que ignoram a nossa cultura regional e local.
Para remar contra a maré muito desfavorável alguns dos nossos livreiros trasmontanos e alto durienses, liderados pela Liraria Traga Mundos, de Vila Real, criaram um movimento para repensarem estratégias, entreajudas e cooperação. Para que este movimento tenha bom sucesso é preciso que alguns dos nossos municípios mudem de atitude para com as livrarias locais. As livrarias locais aguentam o ano todo, ano após ano, e não podem ser esquecidas, mas acarinhadas como agentes de cultura permanente, e dar-lhes a melhor atenção na venda de livros escolares, nas Feiras do Livro e promovêlas nos roteiros turísticos locais e regionais.
Um Município não se pode queixar de alguma indiferença do poder central e depois na divulgação da nossa cultura e dos nossos autores comportam-se pior que o poder de Lisboa e Porto.

Assim, está em votação para eleger as melhores livrarias do país, promovido pela APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros) e votar na melhor livraria da sua terra ou na que pensa ser a melhor a nível regionalal é uma forma de dar visibilidade ao esforço dos nossos livreiros locais e regionais.
Veja a mensagem abaixo da Livraria Traga-Mundos e perca uns segundos a responder ao questionário simples da votação. Se a sua preferência não estiver expressa na lista escrevo o nome em outras. Mas vote!
Difunda a mensagem pelos seus contactos.
Obrigado por se associar à difusão da nossa cultura local e regional.

Saudações,
Jorge Lage






A livraria Traga-Mundos está a votos a nível nacional em Portugal.



- em 2014 a livraria Traga-Mundos ficou classificada em 6.º lugar, em 2015 em 4.º lugar, em 2016 em 5.º lugar – sempre a melhor classificada no Norte de Portugal;



Para votar:

- entre no questionário;

- escolha o distrito de Vila Real;
- escolha a opção “Traga-Mundos em Vila Real”.

O B R I G A D O !
[partilhe também com os seus amigos]


domingo, 21 de maio de 2017

tricota_mundos: noite #8


cartaz Sofia Rocha e Silva

Congresso de medicina com João e Camilo de Araújo Correia


A livraria Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real, foi convidada para participar com uma banca de livros dos escritores João de Araújo Correia e Camilo de Araújo Correia, no 23.º Congresso Nacional de Medicina Interna, nos dias 26 e 27 de Maio de 2017, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, Portugal.

sábado, 20 de maio de 2017

Feira de Trocas - Dia do Brincar

Vamos praticar o desapego? Aproveitem o fim de semana com os mais pequenos para escolher brinquedos e livros - em bom estado - mas que já não usem tanto. Durante a semana que vai começar, deixem esses livros e brinquedos num dos postos de troca, a livraria Traga-Mundos e/ou Escola Nuclisol Jean Piaget. Nesses locais oferecem-vos uma ficha e...já está. No Dia do Brincar’17 vamos ter uma espectacular Feira de Trocas onde podem trocar essa ficha por algo que verdadeiramente precisem. Trocamos?



Dia do Brincar 2017 - Feira de Trocas


Chegou a Primavera, 
Chegou o Sol,
Chegaram os dias compridos,

E chegou o DIA DO BRINCAR 2017!!!


Próximo dia 28 de Maio, das 11h às 18h, o Parque Florestal vai estar cheio de brincadeiras prontas a deliciar pequenos e graúdos :)


Vejam em anexo o mapa com descrição das actividades disponíveis no local, assim como o programa das actividades pontuais e as indicações para quem quiser participar na Feira de Trocas!


Dia 28, Brincamos? :)


quinta-feira, 18 de maio de 2017

Mobilidades e acessibilidades turísticas no Douro


A livraria Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real, foi convidada para participar com uma banca de livros sobre a temática de turismo, no seminário “Mobilidades e Acessibilidades Turísticas no Douro”, no dia 24 de Maio de 2017, no Auditório de Ciências Florestais, na UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, Portugal.

«A Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. Para assinalar a data, o DESG associa-se à equipa de investigação CETRAD-DOUROTUR em torno do seminário «Mobilidades e Acessibilidades Turísticas no Douro». O objetivo é debater a acessibilidade e as mobilidades turísticas na região do Douro como fatores de sustentabilidade do turismo. O seminário é organizado pelo projeto Dourotur, a Reitoria da UTAD, o CETRAD e o Departamento de Economia, Sociologia e Gestão da UTAD.»

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Trás-os-Montes, o Nordeste


“Trás-os-Montes, o Nordeste” de J. Rentes de Carvalho

De Trás-os-Montes, o nosso palato conhece os pratos fartos; cheira-nos a terra acabada de arar, e lembra-nos uma província antiga, quase desaparecida, de postal. Mas da justaposição dessas imagens — de memória, costumes e saudade — com as do novo século emerge um desconhecido. Que Nordeste Transmontano é este, votado ao abandono, à beira de perder os últimos filhos da tradição? O encontro entre o agora e o então num retrato pessoalíssimo, como só os verdadeiros retratos sabem ser.

De ascendência transmontana, J. Rentes de Carvalho nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia, onde viveu até 1945. Frequentou no Porto o Liceu Alexandre Herculano, e mais tarde os de Viana do Castelo e de Vila Real, tendo cursado Românicas e Direito em Lisboa - onde cumpriu o serviço militar. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo, Nova Iorque e Paris, trabalhando para jornais como O Estado de São Paulo, O Globo ou a revista O Cruzeiro. Em 1956 passou a viver em Amesterdão, na Holanda, como assessor do adido comercial da Embaixada do Brasil. Licenciou-se (com uma tese sobre Raul Brandão) na Univ. de Amesterdão, onde foi docente de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Dedica-se desde então exclusivamente à escrita e a uma vasta colaboração em jornais portugueses, brasileiros, belgas e holandeses, além de várias revistas literárias. 


Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...
[também disponíveis as seguintes obras do autor: “Ernestina”, “O Rebate”, “Mazagran”, “Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia”, “A Amante Holandesa”, “La Coca”, “Com os Holandeses”, “Tempo Contado”, “Mentiras & Diamantes”, “Portugal – A Flor e a Foice”, “Montedor”, “Pó, Cinza e Recordações”, “O Meças”]

sábado, 13 de maio de 2017

I Feira dos Saberes e Sabores, Vilar de Maçada


A livraria Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real, foi convidada para participar com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no I Feira dos Saberes e Sabores, nos dias 19 (sexta-feira), 20 (sábado) e 21 (domingo) de Maio de 2017, em Vilar de Maçada, Alijó, Portugal – evento que também inclui a 7.ª Caminhada da Primavera.


sábado, 6 de maio de 2017

Encontro de escritores, fotógrafos, pintores e escultores


Cultura Que Une 2017
Peso da Régua | Monforte de Lemos
Norte de Portugal | Galiza

Encontro de escritores, fotógrafos, pintores e escultores

SÁBADO - 6 DE MAIO
10H00 Encontro no Museu do Douro
11H00 Visita guiada a exposição do Museu do Douro
12H30 Almoço no restaurante O Maleiro
15H00 Saída com destino à Quinta do Vallado
15H45 Prova de vinhos, na Quinta do Vallado
16H15 Passeio com destino ao Pinhão. Visita à Estação
19H30 Jantar no restaurante Varanda da Régua


DOMINGO – 7 DE MAIO
10H00 Partida para Galafura (ponto de encontro Hotel Régua Douro). Visita ao Monte de S. Leonardo. Almoço no restaurante S. Leonardo. Regresso a Peso da Régua. Fim da visita.




quinta-feira, 4 de maio de 2017

Teoria da melancolia


Greeny, agora com 25 anos, poeta e pintor, visita pela segunda vez a livraria Traga-Mundos, em Vila Real. O mesmo, apresenta-se com uma coleção de pinturas a óleo intitulada Teorias da Melancolia, tendo por base o verde, a anatomia humana, o ser etéreo e um conjunto de poemas antigos escritos pelo próprio.

domingo, 30 de abril de 2017

FLiD - Festival Literário internacional do Douro


A livraria Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real, foi convidada para participar com uma banca de livros no FLiD – Festival Literário do Douro, nos dias 4, 5 e 6 de Maio de 2017, no Espaço Miguel Torga, em São Martinho de Anta, Sabrosa, Portugal.

FESTIVAL LITERÁRIO DOURO

Decorrerá de 4 a 6 do próximo mês de Maio mais um encontro literário no Espaço Miguel Torga. A partir do presente ano, este evento assumirá a designação Festival Literário Douro - FLiD. Porém, apenas o nome muda! Relativamente às anteriores edições mantém-se o gosto pela literatura, o estímulo ao debate de ideias e a vontade de promover a região duriense através da cultura. 

A organização é do Espaço Miguel Torga/Câmara Municipal de Sabrosa e o responsável pela programação Francisco Guedes.



quarta-feira, 26 de abril de 2017

II Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica [Galiza | Portugal]


“Dormir Com Lisboa” de Fausta Cardoso Pereira
II Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica, Galiza - Portugal

Lisboa engole aqueles que a pisam. A calçada abre buracos para depois os fechar, como se nada tivesse acontecido. O desaparecimento inexplicável de cidadãos comuns em Lisboa é o ponto de partida para várias dimensões ficcionais entrançadas, como se cidade e texto fossem uma coisa só: um labirinto. Enquanto o desconforto e a desorientação instalam-se na capital e os personagens procuram entender e resolver o problema dos desaparecimentos, Lisboa revela-se enquanto sistema vivo, com vontade própria, impossível de controlar. “Dormir com Lisboa” é uma história que em vez de contar, pretende ouvir o que a cidade tem para dizer. É um abraço a uma cidade velha num contexto económico que a transforma todos os dias.

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Ponte Escrita - II Encontro Luso-Galaico de Escritores


A livraria Traga-Mundos de foi novamente convidada a participar com uma banca de livro no evento PONTE ESCRITA - II Encontro Luso-Galaico de Escritores, que reunirá em Chaves, durante 4 dias: 27, 28, 29 e 30 de Abril de 2017, cerca de duas dezenas de escritores, de Portugal e da Galiza, para visitarem a cidade, estarem presentes em encontros com alunos das escolas e participarem em tertúlias e sessões de poesia e/ou contos abertas ao público.

Os escritores convidados este ano são os seguintes: Ana Cristina Silva, André Gago, António Mota, Ernesto Areias, Fausta Cardoso Pereira, Fernando Pinto do Amaral, Filipe Lopes, Fran Alonso, Inês Botelho, João Morales (mestre de cerimónias), José Leon Machado, João Morales, Margarida Fonseca Santos, Maria de Lourdes Soares, Maria Rita Vieira Pimenta, Possidónio Cachapa, Richard Câmara (ilustrador), Rosália Fernández Rial, Rui Sousa – e Altino Rio e Sílvia Alves, da organização.


Tal como o ano passado, optou-se por montar a bancada de livros num café central da cidade e no seu horário alargado: o café Sport. Disponibilizaremos, para além das obras dos autores mencionados, livros de e sobre a Galiza e a literatura de Trás-os-Montes e Alto Douro, nomeadamente de Chaves.

Venham cruzar pontes literárias e tragam um@ amig@ também…

quinta-feira, 20 de abril de 2017

amor a co(r)po - véspera de liberdade

para aquecer a véspera de liberdade
poemas seus de seus amores
para dizer ouvir ou só beber
dois a dois



Próximos eventos:
- de 1 a 30 Abril de 2017: “Cristos” exposição de esculturas em madeira e ferro, por Carlos Monteiro, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dias 27, 28, 29 e 30 de Abril de 2017: participação com uma banca de livros no encontro literário Ponte Escrita, em Chaves, Portugal;
- Maio de 2017: “Actos da Cultura Galego-Portuguesa”, Cultura Que Une, Peso da Régua, Portugal;
- dias 3, 4. 5 e 6 de Maio de 2017: participação com uma banca de livros no FLiD – Festival Literário Internacional do Douro, no Espaço Miguel Torga em São Martinho de Anta, Sabrosa, Portugal;
- dia 25 de Maio de 2017, quinta-feira, pelas 21h00: noite #8 tricota_mundos, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- Junho de 2016: “Actos da Cultura Galego-Portuguesa”, Cultura Que Une, Monforte de Lemos, Galiza;
- dias 13, 14, 15, 16 e 17 de Junho de 2017: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no congresso “Santuários”, de Peso da Régua a Meda, Portugal;
- e ao longo de 2017 haverá mais, sempre muito mais...

sexta-feira, 14 de abril de 2017

tricota_mundos noite #7


Próximos eventos:
- de 1 a 30 Abril de 2017: “Cristos” exposição de esculturas em madeira e ferro, por Carlos Monteiro, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dia 24 de Abril de 2017, segunda-feira, pelas 21h00: “Amor a Co(r)po” sessão de poesia e vinho pelo colectivo Calhau, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dias 27, 28, 29 e 30 de Abril de 2017: participação com uma banca de livros no encontro literário Ponte Escrita, em Chaves, Portugal;
- dias 3, 4. 5 e 6 de Maio de 2017: participação com uma banca de livros no FLiD – Festival Literário Internacional do Douro, no Espaço Miguel Torga em São Martinho de Anta, Sabrosa, Portugal;
- dias 13, 14, 15, 16 e 17 de Junho de 2017: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no congresso “Santuários”, de Peso da Régua a Meda, Portugal;
- e ao longo de 2017 haverá mais, sempre muito mais...

sábado, 8 de abril de 2017

Escrever & ilustrar: processo criativo

 

“Da Espera Ao Instante… O Infinito” texto J. Bernardino Lopes, pinturas Pedro do Couto Lopes

«Eis uma narrativa com dupla linguagem: numa as palavras sucedem-se uma a uma, na outra cada pintura abre caminho à seguinte. Nenhuma delas ilustra a outra: complementam-se numa única história. A primeira tem autor (J. Bernardino Lopes) e a segunda também (Pedro do Couto Lopes).
Os dois autores, separados por uma geração, estão interessados em contar uma história que acrescente algo à beleza e à inteligência. Uma história que ajude pequenos e graúdos a olhar as coisas com outros ouvidos e a cheirá-las com outro tato.
Mimi e Fifi, os protagonistas, percorrem o tem­po, explorando o espaço com todos os senti­dos. Na espera de coisas urgentes para fazer (comer…) acontecem experiências fantásticas, em instantes, que os transportam para o infinito! Pelo caminho criam-se laços humanos intensos e multifacetados.» J. Bernardino Lopes


«As pinturas aqui apresentadas são um produto de uma colaboração artística e literária entre Pedro do Couto Lopes e J. Bernardino Lopes.
A cooperação mútua entre os autores permitiu o processo criativo do qual surgiu “Da espera ao instante... o infinito”.
O desenvolvimento do livro possibilitou investigar o processo criativo de exploração e decantação da realidade em conjugação com a imaginação.
À medida que a colaboração se ia desenvolvendo cada vez mais se tornava excitante trabalhar com J. Bernardino Lopes. As pinturas tornavam-se mais profundas e tridimensionais ao mesmo tem­po que o texto se ia enriquecendo e tornando mais denso e complexo.
Houve um momento mágico que ocorreu quando deixei de ilustrar o texto e comecei a usá-lo como premissa para o desenvolvimento espontâneo de trabalho abstrato sobre ideias refletidas no texto.
“Da espera ao instante... o infinito”, é o veículo da imaginação que flutua entre o nosso dia-a-dia e as profundezas dos nossos pensamentos. Não existe apenas uma realidade, mas um universo de possibilidades que se tornam intermináveis à medida que nos deixamos guiar pelos nossos
instintos.
Estas pinturas são fruto de atividade criativa, permeada pela libertação das energias/manifes­tações do subconsciente. Pretende-se abrir pos­sibilidades e estimular o lado criativo que advém do nosso poder de estabelecer amizades e amar tentando atingir o infinito.
Desejo que o livro vos permita submergir num mundo em que a certeza e a incerteza tenham a mesma significância e vos possa enamorar por diversos significados de cada pintura!» Pedro do Couto Lopes

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial... 
[também disponível dos autores o seguinte título: “O Bico Azul – uma viagem por onde os nossos olhos não podem ver…”]

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Apresentação de "Aves de Incêndio" - poesia


apresentação do livro “Aves de Incêndio” de Raquel Serejo Martins
por Hercília Agarez, com a presença da autora e da editora, Virgínia do Carmo
dia 13 de Abril de 2017 (quinta-feira), pelas 21h00
na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal

Raquel Serejo Martins nasceu em Trás-os-Montes em 1974.
Em Vilarandelo aprendeu a andar de bicicleta e teve aulas de piano.
Em Valpaços começou a fumar.
Em Coimbra aprendeu a nadar e trabalhou na RUC-Rádio Universitária de Coimbra.
Em Braga começou a praticar yôga e adoptou 2 gatos.
Em Guimarães conheceu os companheiros maiores das suas viagens.
Em Lisboa começou com as aulas de sevilhanas e de italiano.

Licenciada em Economia, com pós-graduações em Direito Penal Económico e em Direito Administrativo.
Funcionária da Administração Tributária e Aduaneira, actualmente a desempenhar funções na área criminal fiscal.
Colabora com o blog Clube de Leitores.
Integra o Colectivo NAU.


Próximos eventos:
- de 1 a 30 Abril de 2017: “Cristos” exposição de esculturas em madeira e ferro, por Carlos Monteiro, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dia 7 de Abril de 2017, sexta-feira, pelas 21h00: inauguração de “Cristos” exposição de esculturas em madeira e ferro, por Carlos Monteiro, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dia 20 de Abril de 2017, quinta-feira, pelas 21h00: noite #7 tricota_mundos, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dias 27, 28, 29 e 30 de Abril de 2017: participação com uma banca de livros no encontro literário Ponte Escrita, em Chaves, Portugal;
- dias 3, 4. 5 e 6 de Maio de 2017: participação com uma banca de livros no III Encontradouro – Literatura e Territórios, no Espaço Miguel Torga em São Martinho de Anta, Sabrosa, Portugal;
- dias 13, 14, 15, 16 e 17 de Junho de 2017: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no congresso “Santuários”, de Peso da Régua a Meda, Portugal;
- e ao longo de 2017 haverá mais, sempre muito mais...

domingo, 2 de abril de 2017

O Concelho de Murça na Grande Guerra


“O Concelho de Murça na Grande Guerra” de Dinis Serôdio Lopes da Costa

Esta obra é um levantamento exaustivo de todos aqueles que, oriundos do Concelho de Murça, estiveram envolvidos nas diferentes frentes da 1.ª Guerra Mundial e, como não podia deixar de ser, nele se inclui o herói Nacional Aníbal «Milhões».

O autor nasceu em Jou, concelho de Murça, em 1957. É Oficial do Exército, de Operações Especiais, com formação em Antropologia pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa.

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial... 
[também disponível os seguintes títulos: “O Herói Português – da I Guerra Mundial” de Francisco Galope, “Aníbal Milhais – Um Herói Chamado Milhões” texto José Jorge Letria ilustrações Nuno Saraiva; “Millions” – The Last Soldier | O Último Soldado” autor David Mendes, ilustração Daniel Souto, em português, castelhano e inglês]


sábado, 1 de abril de 2017

revista "Gerador" #12 - pronúncia do Norte


revista “Gerador” número #12 março e abril

“Pronúncia do Nuorte / Norte”

Bora lá ganhar a primavera do norte com uma fotonovela inédita do coreógrafo Victor Hugo Pontes, retratos do muito jovem fotógrafo Guilherme Afonso, reportagens sobre os sotaques, sobre a olaria negra de Bisalhães, sobre a escola de design de Matosinhos, uma viagem ao centro histórico do Porto, uma conversa entre o palhaço Rui Paixão e o músico Rui Reininho no mítico Maus Hábitos, uma nova autoridade no Minho, uma crónica sobre a grande dúvida sulista e ilustrações e agendas sobre o que ver e fazer em todo o país entre Março e Maio.

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial... 
[também disponível os números #7, #8, #9 e #10]


sexta-feira, 31 de março de 2017

exposição "Cristos" esculturas

exposição “Cristos”
esculturas em madeira e em ferro, por Carlos Monteiro
exposição: 1 a 30 Abril de 2017
inauguração: dia 7 de Abril de 2017 (sexta-feira), pelas 21h00
na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro, em Vila Real, Portugal


Próximos eventos:
- dia 5 de Abril de 2017, quarta-feira, pelas 21h00: tertúlia de poesia com Maria Antonieta (Espanha) & amigos, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dia 7 de Abril de 2017, sexta-feira, pelas 21h00: inauguração de “Cristos” exposição de esculturas em madeira e ferro, por Carlos Monteiro, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dia 13 de Abril de 2017, quinta-feira, pelas 21h00: apresentação do livro “Aves de Incêndio” de Raquel Serejo Martins, desenhos de Ana Cristina Dias, com as presenças da autora e da editora, na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, Portugal;
- dias 27, 28, 29 e 30 de Abril de 2017: participação com uma banca de livros no encontro literário Ponte Escrita, em Chaves, Portugal;
- dias 3, 4. 5 e 6 de Maio de 2017: participação com uma banca de livros no III Encontradouro – Literatura e Territórios, no Espaço Miguel Torga em São Martinho de Anta, Sabrosa, Portugal;
- dias 13, 14, 15, 16 e 17 de Junho de 2017: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no congresso “Santuários”, de Peso da Régua a Meda, Portugal;
- e ao longo de 2017 haverá mais, sempre muito mais...


sábado, 25 de março de 2017

comércio tradicional, na rádio

«Esta segunda-feira discutimos as novas dinâmicas que revitalizam o conceito de comércio tradicional. Recebemos no estúdio a Traga-Mundos e a Ludares & Lugares. A partir das 22.00, em 104.3 FM...»



sexta-feira, 24 de março de 2017

livraria traga_mundos no youtube

«Assista a entrevista entre Luiz Moura e Antonio Alberto Alves (Gestor da livraria "Traga-Mundos"), um local inspirador, pois alia simplicidade com a riqueza cultural da região do Douro. Livros, vinhos, mercearia fina, artesanato, informação e cordialidade.»

muito muito obrigado, Luiz Moura



quarta-feira, 22 de março de 2017

Circuito de Vila Real - o início, em dvd


“Circuito de Vila Real – O Início” realização Paulo Araújo e Vítor Nogueira
Documentário | 33 minutos | DVD | 16:9

As primeiras corridas de automóveis recordadas pelas crianças daquele tempo.

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...
[também disponíveis da colecção Máquina do Tempo: “Lembranças da Casa do Padre Filipe” n.º 1, “Liceu Velho, Liceu Novo” n.º 2, “A Lagoa” n.º 3, “Vila Real nos 40 anos do 25 de Abril” n.º 4]