sábado, 6 de outubro de 2018

Produtos locais na rota da Estrada nacional 2



PRODUTOS LOCAIS NA ROTA DA EN2

A 2ª edição do guia "Portugal de Norte a Sul pela mítica Estrada Nacional 2" já se encontra disponível e o Papa-figos, para celebrar o seu lançamento, propõe um desafio aos seus amigos que os levará numa nova viagem de descoberta de Norte a Sul do País.

A fim de estimular a aposta em produtos locais/regionais, o Papa-figos seleccionou 20 estabelecimentos ao longo da EN2 onde cada visitante terá a oportunidade de descobrir o que de melhor se produz em território nacional. Na visita a cada estabelecimento - todos eles pontos de venda do Guia da EN2 - cada viajante terá direito a um carimbo no seu guia. Consoante o número de carimbos obtidos, cada um poderá usufruir de uma determinada percentagem de desconto na compra de guias da Foge comigo!, aplicável em encomendas através da Loja de destinos.

A Foge comigo! compromete-se a divulgar informações importantes sobre o desafio com a devida antecedência e a esclarecer quaisquer dúvidas que possam entretanto surgir. Consulte o regulamento do desafio [link em baixo] e embarque nesta aventura de lés-a-lés que o levará a conhecer um pouco melhor a apaixonante alma lusitana.

Regulamento: https://bit.ly/2zWJyKe 

Os melhores produtos locais estão na Melhor Estrada do Mundo!
Vamos lá! Pela EN2.
_Papa-figos

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

V Poemagosto - Festival Internacional de Poesia, Allariz, Galiza


- dias 12, 13 e 14 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros de poesia no V Poemagosto – Festival Internacional de Poesía en Allariz, Galiza;

[nota: a traga_mundos participa neste festival desde o início: 2014, 2015, 2016, 2017...]


terça-feira, 2 de outubro de 2018

Ribeira Sacra | Douro - cultura que une



Mañá, mércores 3 de outubro, ás 20:30h, na Oficina de Turismo do Concello de Sober, inaugúrase a primeira exposición ‘Cultura que Une. Ribeira Sacra – Douro’. Fotografía, escultura, pintura e poesía.

Este é o resultado de case dous anos de relación entre autoras e autores da obra exposta, e máis concretamente dúas visitas a terras da Ribeira Sacra (Monforte de Lemos e Sober) e do Douro (Peso da Régua).

Obras de: Alexandre Marinho, António Cunha, Anxo Cabada Alvarez, Arancha Nogueira, Carlos da Aira, Carmo Paulino, Isabel Babo, Iván Alvarez Merayo, Manuel Busto, Marília Lopes, Noelia Gómez e Xosé Luís Alonso.

Autoras e autores dos dous lados dunha Raia sempre entendida como camiño de unión, nunca como fronteira. Un proxecto dunha dirección e dous sentidos que tenta afondar na existente -pero aínda mellorable- relación cultural e artística entre Galiza e Norte de Portugal.

"O que há num nome?
– A convicc
̧ão partilhada de que a Galiza e o norte de Portugal,
retomando o pensamento de Teixeira de Pascoaes, “ te
̂m de voltar a viver espiritualmente em comum. Assim o exige o destino das nossas Pátrias. Esse destino é a criação da civilização atlântica”.
– Um convite a cruzar e recruzar as seculares linhas de fronteira que por tanto tempo nos apartaram, com a fraterna confianc
̧a de quem se sente em casa dum e doutro lado do rio que nos delimita.
– Abertura das portas que revelam Portugal aos galegos e a Galiza aos portugueses, apresentando uns e outros nas artes mu
́ltiplas dos nossos autores que transformam em discurso o material sagrado com que nos contam quem fomos e surpreendentemente nos reinventam e profetizam quais seremos ou poderíamos vir a ser."

(Extracto do texto introdutorio, de Helena Gil Coutinho)

Coa participación e patrocinio de Fundación Vicente Risco, Município do Peso da Régua, Concello de Sober, Cultura Que Une, Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto, Tertúlia João de Araújo Correia, Traga-Mundos - livros e vinhos, coisas e loisas do Douro.

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

TL - tertúlia de leituras #9

[cartaz pelas artes de Gil Machado]

        TL – Tertúlia de Leituras #9
dia 04 de Outubro de 2018, quinta-feira, pelas 21h00
na livraria Traga-Mundos, Vila Real, Portugal

tertúlia de leituras traga_mundos
evento periódico, a repetir-se em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês

[Atente-se nesta observação de [Luís António de] Verney sobre um poeta seiscentista: «quando vejo um poeta destes, que se serve de expressões que nada significam, ou que compõem de sorte que não o entendam, assento que não quis ser entendido; e, em tal caso, procuro fazer-lhe a vontade e não o leio»
António Cabral, “Morfologia Literária – Noções fundamentais para o estudo da Literatura”]


pretende-se um encontro informal de partilha do que andamos a ler: um jornal, um romance, um livro de poesia, uma revista, um trabalho de ciências, um blogue, uma tese de mestrado, uma edição de autor, um álbum de fotografia, uma obra antiga, etc.

não há livros recomendados, só partilhados, e não têm de vir preparados (não é uma apresentação)

aparece – e trás um@ amig@ também...

antónio alberto alves
traga_mundos
na primeira quinta-feira de cada mês


António Alberto Alves
Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro
Rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28 em Vila Real
2.ª, 3.ª, 5.ª, 6.ª, Sáb. das 10h00 às 20h00 e 4.ª feira das 14h00 às 23h00

Próximos eventos:
- Setembro e Outubro: exposição de desenhos (aguarelas) de Firoozeh Soltan Zadeh (Fir Sol), na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dias 12, 13 e 14 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros de poesia no V Poemagosto – Festival Internacional de Poesía en Allariz, Galiza;
- dias 18, 19 e 20 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no seminário “Santuários”, Museo Etnográfico de Castilla Y León, em Zamora, Espanha;
- dias 30 de Novembro, 1 e 2 de Dezembro de 2018: participação com uma banca de livros na Culturgal – Feira das Industrias Culturais da Galiza, no Pazo da Cultura de Pontevedra, Galiza;
- e ao longo de 2018 haverá mais, sempre muito mais...

sábado, 22 de setembro de 2018

cea de entrega de III Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica



As entidades organizadoras do III Premio Antón Risco de Literatura Fantástica (Fundación Vicente Risco, Libreria Aira das Letras, Livraria Traga-Mundos, Fina Rei e A Fábrica de Vilanova) convídanvos á celebración da entrega do premio e lanzamento da obra gañadora, 'O Santo Graal Galego', de Luís Rodríguez Rivera.

O evento terá lugar no Restaurante A Fábrica de Vilanova (Rúa Vilanova s/n, Allariz), o sábado 29 de setembro ás 21h.
O prezo da entrada é de 35€, e inclúe 1 exemplar da obra e cea / concerto.

Concerto de Gaita Antiga a cargo de Paulo Gonçálves e Ánxela Vidal.

MENÚ: Coca de escalivada / Ñoquis de pataca con sopa de allo / Croquetas caseiras / Empanada da casa / Roast Beef de tenreira / Viño, auga e café.

RESERVAS: ingreso de 35€ na conta BBVA ES81 0182 6221 6201 0150 3209 (Fund. Vicente Risco), indicando no concepto "Velada Literaria entrega do III Premio Antón Risco", e enviar un correo-e cos datos a secretaria@fundacionvicenterisco.com

- Entradas limitadas (40 persoas).
- Data límite inscrición: 26 / 09 / 2018

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Traga-Contos #5 contador transmontano Vítor Fernandes



Traga-Contos #5:
sessão com o contador transmontano Vítor Fernandes
dia 28 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 21h00
na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal

«A traga mundos sofreu uma inundação. E nós para ajudar vamos atingi-la com uma intempérie de contos. Toda a ajuda é bem-vinda, precisamos que tragam olhos para ver, ouvidos para ouvir, boca para sorrir e mãos para aplaudir. Todos juntos vamos comemorar a 5 sessão do Traga Contos. Com uma mão cheia de Contos»

[foto e texto de Vítor Fernandes]


António Alberto Alves
Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro
Rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28 em Vila Real
2.ª, 3.ª, 5.ª, 6.ª, Sáb. das 10h00 às 20h00 e 4.ª feira das 14h00 às 23h00

Próximos eventos:
- Setembro e Outubro: exposição de desenhos (aguarelas) de Firoozeh Soltan Zadeh (Fir Sol), na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dia 27 de Setembro de 2018, quinta-feira, pelas 21h00: tricota-mundos, noite #24, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dia 28 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 21h00: Traga-Contos #5, sessão com o contador transmontano Vítor Fernandes, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dia 29 de Setembro de 2018, sábado, pelas 21h00: cea de entrega do III Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica, na A Fábrica de Vilanova, Allariz, Galiza;
- dia 4 de Outubro de 2018, quinta-feira, pelas 21h00: TL – tertúlia de leituras #9, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal; [evento periódico, a repetir-se em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês]
- dias 12, 13 e 14 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros de poesia no V Poemagosto – Festival Internacional de Poesía en Allariz, Galiza;
- dias 18, 19 e 20 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no seminário “Santuários”, Museo Etnográfico de Castilla Y León, em Zamora, Espanha;
- dias 30 de Novembro, 1 e 2 de Dezembro de 2018: participação com uma banca de livros na Culturgal – Feira das Industrias Culturais da Galiza, no Pazo da Cultura de Pontevedra, Galiza;
- e ao longo de 2018 haverá mais, sempre muito mais...

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

na Feira do Livro do porto 2018 - stand 34


traga_mundos na Feira do Livro do Porto 2018
stand n.º 34
de 07 a 23 de Setembro de 2018
segunda a quinta: 12h00 às 21h30
sexta: 12h00 às 23h00
sábado: 11h00 às 23h00
domingo: 11h00 às 21h30
nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto


A livraria Traga-Mundos de Vila Real estará novamente PRESENTE na Feira do Livro do Porto 2018 – stand n.º 34 –, levando o mundo literário e cultural de Trás-os-Montes e Alto Douro, de 7 a 23 de Setembro de 2018, nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto – desde 2014 que participamos…

Recordamos que a Traga-Mundos é uma livraria especializada na temática de Trás-os-Montes e Alto Douro. Obras em prosa ou poesia; romances, novelas e contos; livros técnicos e revistas temáticas; álbuns infanto-juvenis e de banda-desenhada; de edições de bolso a álbuns de fotografia; de guias turísticos a cd’s e dvd’s; de edições de autor a edições de associações e outras instituições; em português e an mirandés; num esforço para se reunir e apresentar num mesmo local a riqueza cultural e literária da região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

A livraria foi distinguida, pelo quinto ano consecutivo, como uma das livrarias preferidas pelos portugueses, passando a ocupar a 9.ª posição, em 2018, por um concurso de votação online promovido pela APEL – Associação Portuguesa de Editores e Livreiros. Em 2014 a traga_mundos obteve o 6.º lugar, em 2015 o 4.º lugar, em 2016 o 5.º lugar e em 2017 o 6.º lugar, mantendo-se como a livraria mais votada a Norte, de Trás-os-Montes e Alto Douro à Galiza – somando votos também no Brasil, na Guiné-Bissau, em Cabo Verde.

A livraria Traga-Mundos encontra-se localizada em Vila Real, capital da região de Trás-os-Montes e Alto Douro desde 5 de Novembro de 2011 e ao longo destes anos temos levado bancadas de livros a diversas localidades da região, incluindo as regiões transfronteiriças – até hoje, contabilizamos cerca de centena e meia de bancas de livros realizadas (Vila Real, Chaves, Murça, Sanfins do Douro, Atenor, Campos de Jales, Porto, Miranda do Douro, Justes, Pedras Salgadas, Corunha, Varge, Cambridge, Allariz, Sabrosa, Amarante, Morille, Carviçais, Valongo de Milhais, Pontevedra, Mêda, Arroios, Bragança, Vilar de Santos, Peso da Régua, Monforte de Lemos, Braga, Palaçoulo, Vila Pouca de Aguiar, Ífanes, Paradela). Levamos bancas de livros aonde podemos, e para onde somos convidados: seminários, feiras, congressos, jornadas, escolas, teatros, bibliotecas, etc - por vezes, até as mesas levamos...

Com e pela Galiza, temos organizado e participado em algumas iniciativas. É no âmbito da Cultura Que Une – um conjunto de associações, fundações, empresas, particulares, criada com o objectivo de «articular accións e intervencións socio-culturais de base, creando unha rede que fomente a colaboración Galiza-Norte de Portugal – que temos aprofundado melhor esta articulação e colaboração, nomeadamente com a realização dos Actos da Cultura Galega-Portuguesa – em 2015, entre Amarante e a Corunha, em 2016, entre Vila Real e Pontevedra e, em 2017, entre Peso da Régua (Douro Vinhateiro) e Monforte de Lemos (Ribeira Sacra). Foi neste âmbito que participamos com stand na Culturgal em 2014, 2015, 2016, 2017 – inscritos também para 2018 (stand 16).

-----

Para a Feira do Livro do Porto este ano iremos incluir duas componentes, em resultado de iniciativas que temos vindo a desenvolver ao longo de quase 7 anos de existência:

1. iremos disponibilizar diversas obras em língua mirandesa; em prosa ou poesia; romances, novelas e contos; livros técnicos e actas de congressos; álbuns infanto-juvenis; algumas bi-lingues (na mirandés e em português); de edições de autor a edições de associações e outras instituições – neste momento, seremos a livraria que mais títulos em língua mirandesa temos disponíveis.

2. iremos disponibilizar algumas obras e autores da Galiza, numa tentativa de se reiniciar a divulgação e promoção da cultura irmã no Norte de Portugal – procurando retribuir o acolhimento fraterno que a traga_mundos tem sentido ao longo de mais de cinco anos de iniciativas de intercâmbio, nomeadamente no âmbito da Cultura Que Une.

[Nota: esta iniciativa não tem qualquer apoio das entidades responsáveis pela cultura, turismo, fundações, comércio, empresas, imprensa, empreendorismo e afins, na cidade de Vila Real e na região de Trás-os-Montes e Alto Douro] 


Visite(-nos),
e traga um@ amig@ também...


António Alberto Alves
Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro
Rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28 em Vila Real
2.ª, 3.ª, 5.ª, 6.ª, Sáb. das 10h00 às 20h00 e 4.ª feira das 14h00 às 23h00

Próximos eventos:
- Setembro e Outubro: exposição de desenhos (aguarelas) de Firoozeh Soltan Zadeh (Fir Sol), na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dia 3 de Setembro de 2018, segunda-feira, pelas 21h00: inauguração da exposição de desenhos (aguarelas) de Firoozeh Soltan Zadeh (Fir Sol), na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- dia 6 de Setembro de 2018, quinta-feira, pelas 21h00: TL – tertúlia de leituras #8, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal; [evento periódico, a repetir-se em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês]
- de 7 a 23 de Setembro de 2018: participação com stand na Feira do Livro do Porto 2016, nos jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 14 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 18h15: apresentação do guia “Estrada Nacional 2”, organização do stand n.º 34 da livraria Traga-Mundos, no Salão Independente, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no âmbito da Feira do Livro do Porto 2018, Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 21 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 17h00: tertúlia: “A Imagem de Portugal na Galiza versus A Imagem da Galiza em Portugal”, com a participação dos autores Carlos Quiroga e Carlos Pazos-Justo, moderado por Valentim Fagim, aberta a todos os autores galegos e portugueses que se interessem e puderem participar, organização do stand n.º 34 da livraria Traga-Mundos, no Salão Independente, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no âmbito da Feira do Livro do Porto 2018, Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 28 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 21h00: Traga-Contos #5, sessão com o contador transmontano Vítor Fernandes, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal; 
- dias 12, 13 e 14 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros de poesia no V Poemagosto – Festival Internacional de Poesía en Allariz, Galiza;
- dias 18, 19 e 20 de Outubro de 2018:   participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no seminário “Santuários”, Museo Etnográfico de Castilla Y León, em Zamora, Espanha;
- dias 30 de Novembro, 1 e 2 de Dezembro de 2018: participação com uma banca de livros na Culturgal – Feira das Industrias Culturais da Galiza, no Pazo da Cultura de Pontevedra, Galiza;
- e ao longo de 2018 haverá mais, sempre muito mais...


quarta-feira, 29 de agosto de 2018

TL - tertúlia de leituras #8

[cartaz pelas artes de Gil Machado]

        TL – Tertúlia de Leituras #8
dia 07 de Setembro de 2018, quinta-feira, pelas 21h00
na livraria Traga-Mundos, Vila Real, Portugal

tertúlia de leituras traga_mundos
evento periódico, a repetir-se em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês

Porque arte, para mim, não significa epigonismo de passatempo, capricho pessoal, galenteio de enfeites, teima na beleza consabida para pessoas bem-educadas ou prenda académica; mas esta ânsia de sexo das estrelas que mergulha nas raízes da vida e da morte – e só os artistas, em determinados cruzamentos sociais e psicológicos, logram trazer para a consciência dos homens. (Ai! sempre apenas de meia dúzia de homens!).
José Gomes Ferreira, “Imitação dos Dias”


pretende-se um encontro informal de partilha do que andamos a ler: um jornal, um romance, um livro de poesia, uma revista, um trabalho de ciências, um blogue, uma tese de mestrado, uma edição de autor, um álbum de fotografia, uma obra antiga, etc.

não há livros recomendados, só partilhados, e não têm de vir preparados (não é uma apresentação)

aparece – e trás um@ amig@ também...

antónio alberto alves
traga_mundos
na primeira quinta-feira de cada mês


António Alberto Alves
Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro
Rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28 em Vila Real
2.ª, 3.ª, 5.ª, 6.ª, Sáb. das 10h00 às 20h00 e 4.ª feira das 14h00 às 23h00

Próximos eventos:
- Setembro e Outubro: exposição de desenhos (aguarelas) de Firoozeh Soltan Zadeh (Fir Sol), na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal;
- de 7 a 23 de Setembro de 2018: participação com stand na Feira do Livro do Porto 2016, nos jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 14 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 18h15: apresentação do guia “Estrada Nacional 2”, organização do stand n.º 34 da livraria Traga-Mundos, no Salão Independente, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no âmbito da Feira do Livro do Porto 2018, Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 21 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 17h00: tertúlia: “A Imagem de Portugal na Galiza versus A Imagem da Galiza em Portugal”, com a participação dos autores Carlos Quiroga e Carlos Pazos-Justo, moderado por Valentim Fagim, aberta a todos os autores galegos e portugueses que se interessem e puderem participar, organização do stand n.º 34 da livraria Traga-Mundos, no Salão Independente, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no âmbito da Feira do Livro do Porto 2018, Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, Portugal;
- dia 28 de Setembro de 2018, sexta-feira, pelas 21h00: Traga-Contos #5, sessão com o contador transmontano Vítor Fernandes, na Traga-Mundos, Vila Real, Portugal; 
- dias 12, 13 e 14 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros de poesia no V Poemagosto – Festival Internacional de Poesía en Allariz, Galiza;
- dias 18, 19 e 20 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no seminário “Santuários”, Museo Etnográfico de Castilla Y León, em Zamora, Espanha;
- dias 30 de Novembro, 1 e 2 de Dezembro de 2018: participação com uma banca de livros na Culturgal – Feira das Industrias Culturais da Galiza, no Pazo da Cultura de Pontevedra, Galiza;
- e ao longo de 2018 haverá mais, sempre muito mais...

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Usos e Desusos das Terras de Tourém


“Usos e Desusos das Terras de Tourém – transformações socioterritoriais numa aldeia rural fronteiriça do Norte de Portugal com a Galiza” de Diego Amoedo Martínez
[Obra ganhadora do XXII prémio Vicente Risco de Ciências Sociais]

Este ensaio é fruto da dissertação de mestrado intitulada: “Usos e desusos das terras de Tourém: transformações sócio-territoriais de uma aldeia rural fronteiriça entre a Galícia (Es) e Portugal” após uma pesquisa de campo realizada entre os anos 2011 e 2013 na aldeia de Tourém.
O foco principal é a análise das transformações sócio-territoriais da aldeia decorrentes desde finais da década de 1960 e começos de 1970, momento em que o aumento da emigração contemporânea teve seu auge. Foram abordadas, portanto, duas vertentes diferenciadas das mudanças acontecidas na aldeia: transformações sociais e territoriais da aldeia de Tourém, através do termo terra. A terra é elevada aqui a categoria analítica, pois, é um termo usado pelos moradores da aldeia de Tourém, um termo polissêmico que se refere à aldeia, baixo a nomeação de minha terra; as terras seriam também os diferentes destinos da emigração pelos que passaram os vizinhos da aldeia; e, finalmente a terra, também faz referência á terra-produtiva, sustento da agricultura e pecuária que é a atividade econômica mais importante. Através das trajetórias de vida das pessoas da aldeia e de suas histórias de família e de vida, combinam-se os diálogos teóricos com as descrições etnográficas dos usos e desusos das terras de Tourém; assim como os diferentes grupos sociais e os diferentes tempos que têm as pessoas que moram na aldeia. De forma mais explicita dialoga com conceitos como territorialidade, território, mudança social, trajetórias de vida e vida rural.


Natural de Cortellas, Parroquia de Padróns, Ponteareas (1982). No ano 2007 formou pela Universidade de Vigo em Engenharia Técnica Florestal (2007).
Em 2011 ingressa ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Realiza os seus estudos com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Obtém uma Bolsa de Estágio Pesquisa no Exterior (BEPE – FAPESP) de 4 meses no ano 2013 na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) no Centro de Pesquisas Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD) sob supervisão do Prof. Dr. Xerardo Pereiro.
No ano 2014 defende o mestrado de título: “Usos e desusos das terras de Tourém : transformações sócio-territoriais em uma aldeia rural fronteiriça entre a Galícia (Es) e Portugal”, sob orientação da Profa. Dra Emília Pietrafesa de Godoi (UNICAMP).
Defende a dissertação de mestrado já sendo aluno do Doutorado em Antropologia Social da UNICAMP, continuando sob a supervisão da Profa. Dra. Emília Pietrafesa de Godoi. O trabalho de pesquisa se ampliou para a aldeia de Pitões das Júnias, também do município de Montalegre. Recebeu bolsa auxílio para realizar os estudos de Doutorado no País por parte do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq – Brasil). Em julho de 2017 realiza um estágio de doutorado sanduiche no exterior com auxílio do Programa de Doutorado Sanduiche no Exterior (PDSE) outorgado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), na Universidade de Santiago de Compostela (USC) sob supervisão do Catedrático de História Contemporânea e Pesquisador Principal do Grupo de Investigación de Historia Agraria e Política (s. XIX – XX) (HISTAGRA) Prof. Dr. Lourenzo Fernández Prieto.
Em dezembro de 2017 toma posse como Professor Auxiliar de Antropologia, do Programa de Antropologia e Arqueologia (PAA) da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) em Brasil.
Publicou vários artigos em revistas científicas (Ankulegi, Ruris, Temáticas), entrevistas (Temáticas), resenhas e organização de dossiê. Participou de congressos nacionais e internacionais. Na UNICAMP participa do Centro de Estudos Rurais (CERES) e do Laboratório de Antropologia Territórios e Ambiente (LATA) também do CERES. Na UFOPA é membro de Grupo de Estudo em Ecologia Históriac e Política das bacias dos rios Trombetas, Tapajós e Xingu (GeEHEP) e Coordena o Co-Laboratório de Antropologia Rural e da Resistência (Co-LAЯR). É membro da Asociación Galega de Antropoloxia (AGANTRO) e da Associação Portuguesa de Antropologia (APA).

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

IV Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica


IV Premio Antón Risco de Literatura Fantástica.

A Fundação Vicente Risco, Livraria Aira das Letras, Livraria Traga-mundos, Pastelaria Fina Rei e A Fábrica de Vilanova, anunciam conjuntamente o «IV Prémio Antón Risco de Literatura Fantástica», para homenagear o escritor e teórico da literatura, o alaricano Antón Martínez-Risco Fernández. Continuador do gosto pelo fantástico do seu pai, dom Vicente Risco (a quem podemos considerar introdutor do género fantástico na literatura galega com a obra Do caso que lhe aconteceu ao Dr. Alveiros, em 1919), Antón Risco foi um profundo teorizador da literatura fantástica com obras como Serpentáguila (Notas de um leitor de poesia), Quebec (Canadá), Edições Hipogrifo, 1986; Literatura fantástica de lengua española (Teoría y aplicaciones), Madrid, Taurus, 1987; Viaxes á América Latina á procura de literatura fantástica. Sada (A Coruña) , Edicións do Castro, 1987. Também é de salientar o seu trabalho de editor em Antoloxía da literatura fantástica en lingua galega, Vigo, Galaxia, 1991. Simultaneamente, foi prolífico escritor de novelas e relatos fantásticos, muitos deles ainda inéditos.

Por tal motivo e com a intenção de continuar o seu trabalho de divulgação do género fantástico implementa este prémio com as seguintes REGRAS:

Primeira: Poderá concorrer a este prémio qualquer pessoa que apresente uma obra literária inédita, da sua autoria, escrita em língua galega ou portuguesa, com uma extensão mínima de 150.000 caracteres com espaços e máxima de 600.000.

Segunda: O prazo de entrega termina no dia 30 de novembro de 2018.

Terceira: Os originais deverão apresentar-se em formato PDF, ODT ou DOC, diagramados em tamanho DIN-A4, em letra Times ou semelhante de corpo 12 e a espaço duplo. Devem enviar-se por correio eletrónico a secretaria@fundacionvicenterisco.com, acompanhados dum segundo documento onde figure a identidade do/a autor/a (nome completo, endereço, telefone e correio eletrónico) e o título definitivo da sua obra, fazendo constar no nome do documento o título da obra e a palavra «PLICA». A pessoa responsável de receber os originais guardará os documentos PLICA até o momento da deliberação do júri e não revelará em nenhum momento a identidade dos/as autores/as nem participará na deliberação.

Quarta: A obra ganhadora será premiada com 3000 euros (sujeitos às retenções sociais pertinentes) e a publicação do livro no selo «Doutor Alveiros», da Fundação Vicente Risco. A quantia do prémio considera-se em conceito de adianto pelos direitos de autoria, pelo que a Fundação Vicente Risco se reserva o direito de publicação da primeira edição da obra ganhadora na sua língua original. O/A beneficiário/a do prémio, receberá gratuitamente 25 exemplares da obra publicada e contará com um desconto do 50% na compra dos seguintes que desejar. A pessoa ganhadora do prémio será convidada a formar parte do júri na seguinte edição.

Quinta: O Júri estará composto por cinco pessoas escolhidas entre personalidades reconhecidas do mundo da literatura e da edição.

Sexta: Se a qualidade literária das obras não for louvável, segundo o critério do Júri, o prémio poderá declarar-se deserto.

Sétima: Os anunciantes reservam-se o direito a contactar de jeito privado com os/as autores/as das obras finalistas cuja publicação recomende o júri, para lhes oferecer a possibilidade de publicar baixo o selo Dr. Alveiros, sujeitas a um contrato de edição normalizado.

Oitava: A decisão do Júri terá lugar em Allariz, na Fundação Vicente Risco, durante o mês de fevereiro de 2019.

Novena: A participação neste prémio obriga à aceitação das presentes Regras, assim como a decisão do Júri, que será irrevogável.

NOTA: a livraria Traga-Mundos é patrocinadora do Premio Antón Risco de Literatura Fantástica, promovido pela Fundación Vicente Risco (Allariz, Galiza), desde a sua primeira edição.


quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Há festa na aldeia - projecto capella #10


A livraria Traga-Mundos foi convidada para participar com uma banca de livros, e mais algumas coisas e loisas, no Mercadinho da Capella #10 – edição especial, que irá decorrer no dia 25 de Agosto de 2018, sábado, a partir das 18h00, no âmbito do Projeto Capella, em Arroios, Vila Real.

«A X edição do Projeto Capella está a chegar. Sábado, 25 de agosto, há festa na aldeia de Arroios, com prova orientada de tomate e azeite, na capela barroca local, a partir das 17h30, seguindo-se o convívio, com música, vinhos, produtos locais e petiscos. Apareçam!»

«O Projeto Capella está vivo. Sábado, 25 de agosto, convidamos toda a gente a viver a aldeia de Arroios, no largo da Capela.

Programa:

17h30 | Pecado da gula à Capella
Prova de tomate, azeite e flor de sal, com Edgardo Pacheco (jornalista), Francisco Pavão (especialista em azeite) e Jorge Raiado (Salmarim)

18h00 | Mercadinho da Capela
Vinhos do Douro Doc e Porto, petiscos, provas e venda de produtos locais e regionais e muito, muito tomate»

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Foi há 7 anos...


FOI HÁ 7 ANOS...

Foi há sete anos, no dia 2 de Agosto de 2011, que reabri actividade em Portugal, registando nas Finanças de Vila Real a Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro – Património Mundial, tendo como actividade principal a de livraria.

Chegara a 21 de Maio, no seguimento de trabalho voluntário de quase cinco anos na promoção da Língua Portuguesa em Canchungo e na Região de Cacheu, na Guiné-Bissau, e de imediato me vi confrontado com a total ineficácia do Centro de Emprego local. Optei então por fazer avançar um projecto – e sonho – que tinha reservado apenas para o que se designa como “o tempo de reforma”: abrir um espaço multi-cultural de livraria e/ou alfarrabista. Em dois meses, (re)visitei a oferta de livrarias, também em diversas cidades, estudei catálogos de editoras, procurei lojas em Vila Real, iniciei contactos, etc. Sobretudo, dei um nome à iniciativa, criei o logotipo e redigi o seguinte conceito orientador – que se foi apurando:

«queremos construir uma referência quando se pensa na região de Trás-os-Montes, nomeadamente do Alto Douro Vinhateiro, seus autores e cultura, vinhos e tradições, produtos e artesanato...».

A 5 de Novembro de 2011 abri a porta da Traga-Mundos na rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28, na zona histórica da cidade e entre comércio tradicional, no espaço onde durante muitos anos esteve a notável Livraria Setentrião.

Estamos a montar um espaço com diversos nichos de interesse...

Uma livraria especializada na temática do Douro, incluindo álbuns de edição cuidada e guias (turísticos, vinhos, vinhos do porto, quintas, castas, etc)...
Onde estão presentes os autores locais e regionais com projecção nacional e universal –  A.M. Pires Cabral, António Cabral, João de Araújo Correia, Miguel Torga, Otílio Figueiredo, etc...
Obras em prosa ou poesia; romances, novelas e contos; livros técnicos e revistas temáticas; álbuns infanto-juvenis e de banda-desenhada; de edições de bolso a álbuns de fotografia; de guias turísticos a cd’s e dvd’s; de edições de autor a edições de associações e outras instituições; em português e an mirandés; num esforço para se reunir e apresentar num mesmo local a riqueza cultural e literária da região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Uma loja de vinhos do Douro, desde o vinho generoso – também denominado do Porto – ao vinho moscatel, com exemplares de aguardentes velhas. Iremos disponibilizar edições de 10, 20, 30 e mais de 40 anos, bem como LBV e Vintage...
Proporcionamos igualmente brancos e tintos, reservas e outras delicadezas, de produtores particulares da região – que não se encontram nos hipermercados...

Uma loja de mercearia fina: de compotas a ervas aromáticas, de chás a licores, de mel a frutos secos, de sabonetes naturais a azeite extra virgem, privilegiando produtos da agricultura local, familiar e tradicional...

Uma loja de artesanato, desde a olaria negra de Bisalhães a cutelaria, das máscaras a instrumentos de manufactura tradicional, da latoaria a outros artefactos...

Um local onde poderá igualmente encontrar informação turística, sobre eventos, romarias, restauração, alojamento, percursos, museus, igrejas e capelas, parques naturais, etc...

Um espaço de galeria de exposições (pintura, fotografia, escultura, cerâmica, artesanato, etc). Um espaço de diversos eventos (apresentações de livros, tertúlias temáticas, workshops, ateliers, oficinas, etc). Cuja porta é local de encontro e partida para um passeio pedestre ou de uma visita pela região. Um espaço onde simplesmente se está bem – por exemplo, confortavelmente no sofá vermelho!»


A todos vocês, amigos e familiares, clientes e produtores, escritores e artesãos, livreiros e editores, o nosso muito muito obrigado pelo apoio e interesse ao longo de todo este tempo – que é o que nos faz continuar, teimar, persistir...

António Alberto Alves
2 de Agosto de 2018

Nota: continuamos sem qualquer apoio das entidades responsáveis pela cultura, turismo, comércio, empresas, imprensa, empreendorismo e afins, na cidade de Vila Real e na região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

na Feira do Mel e do Artesanato, Pedras Salgadas


- dias 10, 11 e 12 de Agosto de 2018: participação com uma banca de livros, e mais algumas coisas e loisas, na Feira do Mel e do Artesanato, em Pedras Salgadas, Vila Pouca de Aguiar;

«O recinto da feira irá receber de 10 a 12 de agosto, em Pedras Salgadas, cerca de uma centena de stands associados ao mel, artesanato, produtos regionais, tasquinhas e associativismo.
Através desta feira, a Câmara Municipal e a EHATB promovem o mel e os seus produtores, bem como os artesãos da região que trabalham os seus artefactos, mantendo bem viva a etnografia da nossa gente.
Os concursos temáticos – Qualidade do Mel, Rótulos de Mel, Doçaria Confecionada com Mel e Peças de Artesanato – são mais-valias da feira pela valorização dos produtos locais. De sexta a domingo, haverá muita animação, quer através da animação regional com destaque para o folclore e demais música tradicional, quer pela presença televisiva que contribuirá para engrandecer este certame regional.»

terça-feira, 31 de julho de 2018

O Seringador T 2019


“O Seringador T” reportório crítico-jocoso e prognóstico diário para 2019
(e 154.º ano da sua publicação)
1865-2018
fundado por João Manuel Fernandes de Magalhães

4
São uns pardais com cultura
Dão cabo da agricultura
E comprometem a produção.
Em qualquer época atacam
E as penas com que se tapam
Têm vírus de corrupção.



«Almanaque de grande tradição, muito ligado à agricultura e à astrologia na sua vertente relativa às condições climáticas relevantes para as actividades humanas. Muito completo na elencagem das feiras e mercados do país, bem como nas datas associadas a eventos de utilidade  pública. Em jeito de editorial, apresenta o "Juizo do Ano" e termina com o espaço habitual de entrevista bem humorada. De realçar a importância dada à dita "Cultura", com um espaço de poesia logo na capa.
À venda nas boas livrarias»[Coisas Avulso]

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...


sexta-feira, 27 de julho de 2018

TL - tertúlia de leituras #7

[cartaz pelas artes de Gil Machado]

        TL – Tertúlia de Leituras #7
dia 02 de Agosto de 2018, quinta-feira, pelas 21h00
na livraria Traga-Mundos, Vila Real, Portugal

tertúlia de leituras traga_mundos
evento periódico, a repetir-se em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês

«Os leitores sabem que há livros que lemos depois de termos feito amor e livros para enganar a espera num aeroporto, livros para a mesa do pequeno-almoço e livros para a casa de banho, livros para as noites sem sono em casa e livros para os dias sem sono no hospital. Ninguém, nem mesmo o melhor dos leitores, pode verdadeiramente explicar porque é que alguns livros são bons para certas ocasiões e outros não. De forma indizível, as ocasiões e os livros, tal como os seres humanos, põem-se misteriosamente de acordo uns com os outros ou entram em conflito.» Alberto Manguel


pretende-se um encontro informal de partilha do que andamos a ler: um jornal, um romance, um livro de poesia, uma revista, um trabalho de ciências, um blogue, uma tese de mestrado, uma edição de autor, um álbum de fotografia, uma obra antiga, etc.

não há livros recomendados, só partilhados, e não têm de vir preparados (não é uma apresentação)

aparece – e trás um@ amig@ também...

antónio alberto alves
traga_mundos
na primeira quinta-feira de cada mês


António Alberto Alves
Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro
Rua Miguel Bombarda, 24 – 26 – 28 em Vila Real
2.ª, 3.ª, 5.ª, 6.ª, Sáb. das 10h00 às 20h00 e 4.ª feira das 14h00 às 23h00

Próximos eventos:
- dias 10, 11 e 12 de Agosto de 2018: participação com uma banca de livros, e mais algumas coisas e loisas, na Feira do Mel e do Artesanato, em Pedras Salgadas, Vila Pouca de Aguiar;
- de 7 a 23 de Setembro de 2018: participação com stand na Feira do Livro do Porto 2016, nos jardins do Palácio de Cristal, no Porto;
- dias 18, 19 e 20 de Outubro de 2018: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no seminário “Santuários”, Museo Etnográfico de Castilla Y León, em Zamora, Espanha;
- e ao longo de 2018 haverá mais, sempre muito mais...

quarta-feira, 25 de julho de 2018

As Artes Entre As Letras n.º 223 / 224


"As Artes Entre As Letras" | n.º 223 / 224 | 25 Julho de 2018 | quinzenalmente às quartas | 2,00 euros

Disponível na Traga-Mundos – livros e vinhos, coisas e loisas do Douro em Vila Real... | Traga-Mundos – lhibros i binos, cousas i lhoisas de l Douro an Bila Rial...
[também disponível os seguintes números: 198 / 199, 200 – 8 anos, 201 / 202, 203, 204, 205, 206, 207, 208, 209, 210, 211, 212, 213, 214, 215, 216, 217, 218, 219, 220, 221, 222]

sexta-feira, 20 de julho de 2018

traga_mundos no L Burro I L Gueiteiro


- dias 25, 26, 27, 28 e 29 de Julho de 2017: participação com uma banca de livros, mais algumas coisas e loisas, no L Burro I L Gueiteiro – Festival Itinerante de Cultura Tradicional, pelas aldeias de  Ífanes e Paradela, no concelho de Miranda do Douro, Portugal;

«O L Burro I L Gueiteiro é um festival itinerante que decorre de 25 a 29 de Julho, pelas aldeias de Ífanes e Paradela, no concelho de Miranda do Douro.

O Festival Itinerante da Cultura Tradicional L Burro I L Gueiteiro surge como um esforço de revitalizar e valorizar dois elementos chave da cultura mirandesa – o Burro de Miranda e o tocador de Gaita-de-Fole -, bem como enfatizar a relação tradicional existente entre ambos – era o primeiro quem transportava o segundo até aos arraiais que este ia animar pelas diferentes aldeias do Planalto Mirandês. Assim, este Festival planeado ao longo de meses toma forma em 5 dias de itinerância pelas aldeias de Miranda, levando burros, gaiteiros, teatro, dança e música ao encontro das populações locais, geralmente desprovidas deste tipo de evento cultural.


Este Festival caracteriza-se ainda por ter uma dupla missão: mostrar o melhor do Planalto Mirandês e quebrar, ao mesmo tempo, o estereótipo de uma cultura parada no tempo. Bem pelo contrário, acreditamos que está em constante transformação e que temos, por isso mesmo, a responsabilidade de contribuir com actividades criativas e de qualidade que a estimulem. Isso significa trazer pedaços de outras culturas, mas também repensar o contacto com o que é de cá, e que continuamos a privilegiar.

É um evento a pensar em todos - miúdos e graúdos – os que gostam de caminhadas por percursos bonitos, de refeições apetitosas, de sestas burriqueiras, de oficinas instrutivas, de boa música e de muita festa.

Relaxe, Passeie, Descanse, Divirta-se – sempre com calma, sem pressas. Entre no espírito do festival e venha BURRICAR COM VAGAR!»


Organização: AEPGA | CMMD | GGAC | Palombar